Conheça nosso blog
29Out
Executivo em frente a um prédio espelhado pensando em como reduzir o quadro pessoal de funcionários

Redução do quadro pessoal de funcionários: entenda o processo!

Para permanecer com as portas abertas em tempos de constantes crises financeiras, as empresas precisam de soluções rápidas. A redução do quadro pessoal de funcionários vem sendo adotada em algumas circunstâncias. Momento delicado entre empregador e colaborador, é preciso entender o processo detalhadamente. Neste artigo, além das informações sobre o procedimento, fornecemos uma dica essencial. Acompanhe a leitura a seguir!

Diminuição do quadro pessoal de funcionários

Como ocorre?

Em tempos de crise e alto desemprego no Brasil, falar sobre corte do quadro pessoal de funcionários é um assunto delicado. Porém, é muito usual no dia a dia corporativo. Por se tratar de uma solução financeira para permanecer no mercado, essas reduções corriqueiras são adotadas.

Por ser um processo delicado, deve ser feito com todo respeito possível. A forma como uma empresa lida com o funcionário, em quaisquer circunstâncias, está constituída na filosofia da corporação. Ou seja, para quem fica – ou sai -, as atitudes adotadas na hora de reduzir o quadro pessoal refletem os reais valores da empresa.

Para reduzir a probabilidade de danos na gestão empresarial e na vida do colaborador, é necessário ter transparência. Essa é a palavra-chave certa nos negócios de sucesso! Ser grato e salientar a importância da contribuição das pessoas incluídas na redução do quadro pessoal também é essencial. Aos que ficam, deve-se haver maior valorização, reconhecimento e motivação por parte de seus líderes/gestores.

O que considerar?

  • Qualificação: na hora de reduzir o quadro pessoal de funcionários, analisar a qualificação curricular pode ser o filtro. Pessoas mais qualificadas tendem a entregar melhores resultados;
  • custo-benefício: manter o colaborador na empresa, ou seja, arcar com os gastos que pairam sobre o trabalho, consta como um bom custo-benefício para a corporação? A avaliação de desempenho, demonstrada expressamente no Retorno sobre Investimento, é essencial nesses momentos;
  • tempo de casa: quanto mais tempo exercendo os processos internos da empresa, mais facilidade no trabalho o colaborador deve ter. A gestão deve avaliar esses dados, comparar e, então, considerar tal histórico.

Cuidados essenciais

  • É de bom tom oferecer feedbacks para os funcionários incluídos no quadro pessoal para que ele possa melhor desenvolver seus conhecimentos futuramente;
  • adotar uma comunicação transparente é primordial. Isso evita conflitos no dia a dia corporativo e elimina o receio de demissão por parte dos funcionários. Faça reuniões e deixe claro as razões que levaram até tal ação;
  • se for preciso agregar mais funções aos colaboradores que permaneceram, o que é comum para suprir a falta dos outros, faça de acordo com a lei e o contrato. Ofereça treinamentos e outros encargos trabalhistas previstos por lei;
  • por último, mas igualmente importante, buscar alternativas para não precisar reduzir o quadro pessoal de funcionários é extremamente importante.

Como a terceirização de serviços pode ajudar?

Motoboy da Zoom Entregas Rápidas estacionado na rua

Muitos serviços internos de uma empresa podem ser terceirizados e, assim, diminuir o quadro pessoal de funcionários sem gerar prejuízos. Por exemplo, a terceirização do serviço de entregas da Zoom Entregas Rápidas é perfeita para isso. Ela contribui para que não haja necessidade de contratar uma equipe especializada em entregas com todos os encargos trabalhistas do segmento. Terceirizando, sua empresa se preocupa só em enviar documentos/mercadorias quando necessário.

Visite nosso blog e leia artigos exclusivos sobre passivos trabalhistas, despacho de carga em correios, entrega de documentação, logística reversa, serviços em cartório e muitos outros que podem lhe ajudar. Para mais informações, entre em contato!

Compartilhe: